Poderia o Seinfeld salvar a Microsoft?

Quando em maio deste ano saiu a notícia que a Crispin Porter + Bogusky seria a nova agência da Microsoft, surgiu um burburinho no mercado: Como a Microsoft pode se tornar cool? O fato é que a empresa do tio Bill esta apanhando da Apple e seus ultimos lançamentos tem um sucesso questionável. Além disso, a campanha Get a Mac da Apple tem mostrado um certo lado “ridículo” dos PCs desde 2006 (assista aos comerciais da campanha aqui).

Diante deste cenário, hoje foi anunciado o contrato com o humorista Jerry Seinfeld para protagonizar a nova campanha. Será que de fato o famoso ator conseguira colaborar para salvar a imagem da empresa, que é vista como a nova IBM por parecer “quadrada”?

Só o tempo dirá.

(Nota do AdFreak e do Brainstorm #9

Anúncios

Paleontologia Pop

Papa-léguas

No Museu de História Natural da Basiléia, na Suíça, acontece uma exposição inusitada. O artista sul-coreano Hyungkoo Lee construiu esqueletos de personagens dos desenhos animados observando todas as regras de anatomia. O resultado bem curioso você pode conferir abaixo ou na exposição Animatus. E a matéria completa é da BBC.

 

Pernalonga

Willy Coiote

Pato Donald e sobrinhos

Tom e Jerry 

Dez coisas para eliminar da sua lista de preocupações

Por JOHN TIERNEY – Publicado no The New York Times dia 29 de julho de 2008

Durante a maior parte do ano, é dever da imprensa analisar o universo buscando formas de estragar seu dia. Quanto mais medo, culpa ou angústia uma notícia induzir, melhor. Mas agora você talvez queira dar um tempo, então elaboramos uma lista com 10 coisas com as quais você não deve se preocupar.

Agora, não posso garantir que nenhuma dessas preocupações seja infundada, porque não posso garantir que nada seja absolutamente seguro, incluindo atividades como ler um jornal. Com dinheiro suficiente, um pesquisador empreendedor com certeza poderia identificar uma substância química na impressão do jornal ou no teclado que fosse perigosamente cancerígena para qualquer rato que lesse diariamente trilhões de colunas sobre ciência.

O que eu posso realmente garantir é que não passaria nem um milésimo de segundo das minhas férias me preocupando com nenhuma dessas 10 coisas:

1. HOT DOGS ASSASSINOS
O que está acontecendo com as salsichas? Primeiro, o medo do nitrito. Depois, o alarme de que o ato de grelhar produz substâncias cancerígenas. Depois, quando essas ameaças se amansaram, os guerreiros da salsicha caíram nas garras daquele velho vilão: a gordura saturada.
Mas hoje até a gordura saturada não parece tão ruim assim, graças a um rigoroso experimento em Israel divulgado este mês. As pessoas em dieta de baixo carboidrato, sem restrição de calorias, consumiram mais gordura do que outro grupo forçado a cortar gordura e calorias, mas esses “gordurófilos” perderam mais peso e terminaram tendo melhores níveis de colesterol. E esse foi só o último de uma série de estudos contradizendo as previsões da classe médica sobre gordura saturada.

Se você realmente quer se preocupar, foque nos carboidratos dos pãezinhos. Mas em relação à salsicha gordurosa (ou qualquer outra coisa gordurosa das férias), se eu fosse você, relaxaria.

2. O AR CONDICIONADO DO CARRO QUE ACABA COM O PLANETA
Não importa o quanto você se sinta culpado por sua emissão de carbono no meio ambiente, você não tem que enfrentar um calor escaldante a caminho da praia. Após testes em velocidade a 105 km/h, os especialistas em quilometragem do edmunds.com informam que a resistência aerodinâmica por causa da janela aberta invalida qualquer economia de combustível obtida com o ar condicionado desligado.

3. FRUTOS PROIBIDOS QUE VÊM DE LONGE
Você tem coragem de comer kiwi? A pergunta faz sentido, porque, afinal de contas, uma “quilometragem de fruta” maior não significa mais emissão de gases do efeito estufa. Alimentos vindos de outros países geralmente são produzidos e enviados com muito mais eficiência do que os alimentos produzidos aqui, especialmente se os produtores locais transportam suas mercadorias por aí em pequenos caminhões. Um estudo demonstrou o transporte de maçãs da Nova Zelândia para o Reino Unido emite menos carbono do que o transporte de uvas produzidas e vendidas no Reino Unido.

4. CELULARES CANCERÍGENOS
Alguns neurocirurgiões importantes foram notícia no programa de TV de Larry King este ano ao demonstrarem o medo que têm de celulares, portanto, estabelecendo de uma vez por todas que a epidemiologia é muito mais complicada do que parece.

Como minha colega Tara Parker-Pope observou, não existe mecanismo biológico para que a radiação não-ionizante dos celulares cause câncer, e estudos epidemiológicos não conseguiram encontrar relações consistentes entre o câncer e o uso de celulares.

É possível que os médicos preocupados de hoje sejam inocentados, mas aposto que eles serão mais lembrados como os promotores da velha ameaça do “câncer causado por linhas de transmissão de força” – ou como a avó de James Thurber, que cobriu as tomadas da parede para evitar que a eletricidade vazasse.

Dirigir e falar ao telefone ao mesmo tempo realmente representa um risco, mas você deve se preocupar mais com os outros carros do que com câncer.

5. SACOLAS DE PLÁSTICO DIABÓLICAS
Aprenda com a Agência de Proteção Ambiental: sacolas de papel não são melhores para o meio ambiente do que sacolas de plástico. As evidências de análises de análises de ciclo de vida são favoráveis às sacolas plásticas. Elas exigem muito menos energia – e emissão de gases do efeito estufa – para serem produzidas, transportadas e recicladas. Geram menos poluição do ar e das águas. E ocupam bem menos espaço em depósitos de lixo.

6. GARRAFAS DE PLÁSTICO TÓXICAS
Por anos, especialistas sistematicamente aprovaram o uso do bisfenol-a, ou BPA, que é usado em garrafas de policarbonato e muitos outros produtos de plástico. Sim, ele pode ser prejudicial se administrado em doses enormes em roedores, mas isso também pode acontecer com substâncias químicas encontradas em inúmeros alimentos que comemos todos os dias. A dosagem é que faz o veneno.

Mas este ano, depois de uma campanha realizada por alguns pesquisadores e ativistas, um comitê federal expressou preocupação em relação ao BPA presente em mamadeiras. Em seguida, veio o pânico. Apesar de não haver absolutamente nenhuma evidência de perigo aos humanos, o Wal-Mart retirou de suas prateleiras produtos contendo BPA, e políticos começaram a discutir proibições envolvendo a substância. Alguns especialistas temem os recalls, que poderiam fazer deste o alarme de saúde mais caro da história.

A Nalgene já anunciou que irá eliminar o BPA de suas garrafas super resistentes. Por causa da atenção do público, a companhia provavelmente não teve outra escolha. Mas minha velha garrafa de tampa azul da Nalgene, a que é feita de BPA e que sobreviveu a geleiras, florestas e desertos, ainda está aqui ao meu lado, cheia de água. Se algum dia tentarem realizar o recall dela, terão que fazê-lo por cima do meu cadáver.

7. TUBARÕES FATAIS
Em todo o mundo no ano passado, houve um total geral de um ataque de tubarão fatal (no Pacífico Sul), segundo o Arquivo Internacional de Ataques de Tubarão, da Universidade da Flórida.

8. O GELO QUE ESTÁ DESAPARECENDO NO ÁRTICO
O derretimento no Ártico no verão passado foi bastante ruim, mas nesta primavera tivemos notícias piores. A maioria dos especialistas esperava ainda mais derretimento este ano, e alguns cientistas criaram uma sensação na mídia ao prever que até o Pólo Norte ficariam completamente sem gelo até o fim do verão.

Apesar disso, até agora há mais gelo lá do que nessa mesma época no ano passado, e a maioria dos especialistas não esperam um novo recorde. Você ainda pode se preocupar com tendências a longo prazo no Ártico, mas pode descartar pelo menos uma preocupação: parece que pelo menos neste verão Papai Noel ainda pode pedir seus drinques com gelo.

9. A MASSA QUE ESTÁ FALTANDO NO UNIVERSO
Mesmo o destino do universo – expansão regular ou colapso cataclísmico – dependendo da quantidade de matéria escura que está em algum lugar lá fora, você pode ficar descansado que ninguém vai culpar você por isso. E a maioria dos especialistas duvida que esse colapso vá ocorrer durante suas férias.

10. BURACOS DE MINHOCA SEM IDENTIFICAÇÃO
Será que suas férias podem ser interrompidas por uma queda repentina dentro de um buraco de minhoca? Se fizermos uma análise da teoria do tempo e do espaço e do filme “Jumper”, eu diria que a possibilidade não pode ser eliminada. Eu também acrescentaria que se o buraco de minhoca me levar para um universo alternativo, há uma grande chance de sua bagagem se perder no meio do caminho.

Mas, ainda assim, eu não me preocuparia muito com isso. Em um universo alternativo, talvez você não tenha que passar o resto do ano se preocupando com a matéria escura do universo ou com ratos de laboratório. Talvez você consiga até comprar uma daquelas garrafas da Nalgene.

Orkut não é mais um lugar só de “miguxos”

Redes sociais são, na minha opinião, o melhor exemplo de colaboratividade que a Web 2.0 pode oferecer. Por isso, redes como o Orkut, com 60 milhões de usuários cadastrados, não podem ser ignoradas nas estratégias de comunicação e marketing das empresas. Em um texto para o Plantão Info, o jornalista Marco Aurélio Zanni  expõe melhor essas informações:

 

A maior rede social do Brasil, com 60 milhões de usuários cadastrados, não poderia mesmo ser um espaço apenas para “miguxos” e desocupados. Quem sentencia é Wagner Fontoura, estrategista de mídias sociais da Riot.

 

“Hoje o orkut é um lugar importantíssimo para as empresas se relacionarem com as pessoas. As companhias precisam se posicionar no meio dessa imensa praça pública para saber o que estão falando delas por aí”, explica.

 

Wagner foi um dos debatedores no painel “O ecossistema do Orkut e seus 60 milhões de perfis”, durante o Seminário INFO Redes Sociais. Para ele, a empresa precisa se preocupar com a forma como se mostra nas comunidades. “O fake não funciona. O negócio é se apresentar de cara limpa, pedindo permissão do dono ou do moderador para participar.”

 

Marcelo Marzola, presidente da Predicta, acrescenta que as ferramentas sociais ajudam a ligar as pessoas, e a marca precisa estar nesse ambiente de forma pró-ativa, mostrando seus valores de forma transparente.

 

Segundo Manoel Fernandes, publisher da revista Bites, mais que fazer parte de uma comunidade, é preciso ser relevante para os usuários, apresentando bom conteúdo. “O melhor exemplo disso são as próprias comunidades. Às vezes, um espaço pequeno é mais importante que um grande, por causa do conteúdo.”

 

Quem confirma é Yvan Lima, criador da comunidade do Corinthians no Orkut. No entanto, ele alerta para a importância de não ser intrusivo. “Temos perfis de pessoas de lojas de camisas na comunidade, mas não sei como seria a reação dos usuários se outras empresas se metessem no nosso papo de boteco”, explica.

 

Guilherme Rios, gerente executivo da e.Life, dá um exemplo prático. “Imagine-se na fila do cinema, falando mal da pipoca. Aí o atendente chega e tenta te convencer de que ela é boa. Você vai entrar na sala reclamando não apenas da pipoca, mas também dos empregados intrometidos.”

Contos de fadas?

Veja as imagens:

O que aconteceu com os personagens dos contos de fadas que estão na mente de todas as crianças? Ontem na Disney da California aconteceu um protesto trabalhista que resultou na prisão de alguns dos militantes, trabalhadores que utilizavam as fantasias do parque. Saiu no Blue Bus a seguinte notícia:

 

Cinderela, Sininho, Branca de Neve foram algemadas e detidas

Cinderela, Sininho, Branca de Neve e outros personagens foram algemados e levados em carros da policia apos um protesto trabalhista ontem em Anaheim, na California, local de um dos parques Disney. 32 manifestantes foram levados, muitos em suas fantasias. O protesto tinha fechado uma estrada principal que liga a Disneyland ao parque California Adventure por 1 hora – em plenas ferias de verao nos EUA. Os detidos foram levados sob acusaçao de nao acatarem ordens policiais e também por infraçoes de transito. Noticia da AP. 

Isso é que é arranhar a imagem de uma empresa, afinal it’s a small world after all…

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: